Agachamentos com bar

Exercícios com barra

Você faz agachamento com barra? Se ainda não optou por uma ideia como esta, ainda está na hora porque, sem dúvida, vai conseguir grandes resultados. Sabemos que o agachamento sempre faz parte de qualquer treinamento que valha a pena, além de ser tão variado, nunca nos cansaremos dele.

Portanto, hoje ficamos com aqueles que usam uma barra e, como tal, também nos oferecem inúmeras vantagens que você deve conhecer. Primeiro você vai descobrir quais são as áreas que são mais trabalhadas com este exercício e como você deve fazê-los corretamente. Nós começamos!

O que o agachamento com barra funciona

Em primeiro lugar, quando se trata de agachar, estaremos trabalhando desde o primeiro minuto são os quadríceps. Embora seja verdade que a parte inferior do corpo é um dos protagonistas em geral. Apesar disso, é verdade que muitas pessoas acreditam que se trata apenas de um exercício para as pernas e não. Já vemos que além dessa região, a lombar e as costas também estão muito envolvidas. Desta forma, devemos ter sempre uma boa execução para podermos desfrutar de um correto exercício. É por isso que podemos acrescentar que como secundário envolve também os músculos posteriores das coxas ou abdutores e abdominais.

Agachamento com barra

Os erros básicos que devemos corrigir

Um dos erros que devemos sempre evitar ao realizar o agachamento é trazer o tronco para frente. Às vezes, devido à barra, fazemos os ombros se moverem mais para a frente, o que implicaria que as costas não estivessem na sua melhor posição. Portanto, devemos descer com as costas retas, sem ter que arquear. Claro, ao descer que os joelhos não ultrapassem as pontas dos pés. Nem deve juntar os joelhos ao descer e menos ainda ao subir. Pois é outro dos erros mais frequentes e que devemos evitar a todo custo para fazer uso correto de nosso treinamento e que nosso corpo esteja sempre cuidadoso.

Algo que também é essencial é a questão da própria descida. Algumas pessoas não vão suficientemente baixo e outras vão muito baixo. Portanto, você sempre deve manter sua técnica equilibrada. A ativação muscular pode ser afetada neste procedimento, portanto, se você é um iniciante, é sempre melhor não carregar muito peso. Ao abaixar as coxas, elas devem estar paralelas ao solo. Desta forma, você sabe que os glúteos já estão começando a fazer seu trabalho, sem esquecer o quadríceps e outros.

Qual a melhor técnica de agachamento com barra

Depois de ver os erros, fica claro que precisamos apostar nos movimentos corretos e deixar para trás todo tipo de dúvidas. Por isso, para realizar uma boa técnica, reúne diferentes etapas, simples em qualquer caso, mas realmente úteis o melhor possível:

  • Ficamos de pé segurando a barra firmemente com as duas mãos. O peso dele também deve ser equilibrado para que possamos nos mover corretamente.
  • Os joelhos e os pés não se abrem muito, mas em uma posição confortável e natural, evitando tensões em ambas as áreas.
  • Você vai descer mantendo as costas retas, sem se curvar para a frente com os ombros.
  • Lembre-se de que os joelhos não devem se tocar ou mesmo se aproximar. Portanto, devemos fazer um movimento de limpeza para cima e para baixo. Para evitar forçar os movimentos e não só dos joelhos, mas também dos tornozelos que não devem ser dobrados em nenhum momento.

Agora você sabe um pouco mais, um dos principais exercícios que você pode colocar em prática de forma simples. Sempre adaptando às suas necessidades.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.